Notícias

TECNOLOGIA - Big Data ainda desafia gestão de projetos

23/10/2018

Excesso de informação pode parecer um problema, à primeira vista. Principalmente quando nem toda informação relevante está estruturada. A esse conjunto enorme de dados que são gerados e nem sempre se apresentam de forma organizada o mercado chama de Big Data. Em anos recentes, novas tecnologias vêm sendo empregadas para selecionar informação relevante aos usuários, com base no perfil do negócio. Ainda assim, gestores de projetos frequentemente se veem diante de um desafio: saber o que é de fato relevante e pode impactar os resultados de seu trabalho. 

Na opinião do consultor Fabio Braggio, autor do livro Projeto 66, Big Data ainda é uma questão sensível dentro de grandes organizações, onde há vários projetos sendo realizados simultaneamente. “É fundamental haver um controle das equipes, sabendo exatamente quem é responsável por cada uma das tarefas, dentro de qual prazo e orçamento. Diante de um grande volume de informações estruturadas é possível prever, inclusive, eventuais ajustes necessários em cada uma dessas instâncias. Apesar de ser desafiador, há ferramentas que nos ajudam a coordenar o progresso dos projetos e garantir um fluxo de trabalho eficiente. Cabe, ainda, a cada gestor de projeto contar com dados precisos que permitam prever o retorno do investimento”. 

Braggio afirma que não é tarefa simples manter o conjunto de múltiplos projetos sob controle, mas é ainda mais desafiador decidir quem vai integrar cada equipe e ser responsável por cada etapa de um projeto. É importante conhecer habilidades individuais e o ritmo de trabalho conjunto. “Para otimizar o fluxo de trabalho é fundamental garantir que cada etapa de um projeto seja realizada de forma estruturada e planejada, a fim de que seu andamento não gere impacto negativo no próximo estágio. É muito comum que uma determinada etapa não possa ser iniciada sem que a anterior tenha entregue os resultados esperados. Sendo assim, o gestor deve estar atento ao deadline de cada fase para evitar o acúmulo de planejamento sem finalizações. Na medida em que ele sabe usar o Big Data online para manter todas as equipes de trabalho a par da documentação que vem sendo gerada, se torna mais fácil redistribuir tarefas e manter as pessoas engajadas”. 

De modo geral, o consultor diz que um dos grandes trunfos do Big Data é a otimização de tempo. “À medida que contamos com informação relevante e disponível online, isso faz com que nosso projeto ganhe tempo e seja cercado de informações realmente valiosas para o negócio em questão. Por extensão, esse conjunto contribui para aumentar a produtividade e a economia de custos – tão importantes nas empresas, independentemente de tamanho ou do core business. Há casos de empresas que economizaram milhões de reais dentro de um único projeto que soube maximizar informações disponíveis e atribuir cada atividade ao recurso adequado, sob uma coordenação eficaz. Isso é um dos pontos que temos de colocar como estratégia”.

Fonte: Fabio Luiz Braggio, especialista em Gestão de Projetos com mais de 30 anos de experiência, consultor e palestrante internacional do PMI (Project Management Institute) – www.flbinfo.com.br

MAIS SOBRE “PROJETO 66”

O livro conta em 100 páginas como o consultor Fabio Braggio usou sua expertise para encarar as etapas que enfrentou de moto no trajeto de Chicago a Los Angeles (Estados Unidos) – a cultuada Route 66. À venda nas livrarias Saraiva, Cultura e Martins Fontes Paulista, o livro lançado pela editora Giostri é totalmente ilustrado e prende a atenção tanto dos apaixonados por motociclismo, quanto daqueles que desejam conhecer novas aplicações de Gestão de Projetos.

 

 

Rua José Comparato, 85 ‐ Vila Mariana ‐ 01546-070 ‐ São Paulo ‐ SP

(55-11) 2894.9976

contato@presspagina.com.br